logolaranja.png
..::data e hora::.. 00:00:00
Rafael RHO 741.jpg
reminiscencias NG.jpg

   Por razões óbvias de nossas  leituras é fundamental buscar  fontes verídicas para comprovação dos fatos. Em uma edição do Jornal GA datada de 30 de Janeiro de 1973- Ano 91 nº 56 “Alegrete Com Novo Governo a Partir de Amanhã: Hoauyek e Airton Assumem” – foto.  Muito interessante que esta não era manchete principal, mas, contra –capa do trissemanário da época. Na manchete de capa, nenhuma referência ao ato e, sim sobre "Trânsito Matou Dois no Fim-de-Semana”. Isto era tradicional como era valor dado aos grandes fatos políticos da época. Vejam que o tempo não muda muito as atitudes e comportamentos de quem tem visões diferenciadas. Como  Piola e Amaral eram vistos de esquerdas, não podiam dar a notoriedade aos fatos  mais importantes da época.
E, trago este  assunto em voga para que refletimos! Todos entenderam as razões dos fatos.
 

6ae1544a-318c-483e-b790-7045a7ac47e5.jpg

Fato Notável

   Outro fato notável na mesma edição é quanto anúncios vinculados sobre os profissionais da época. E lá, Escritório de  Advocacia  Dr. Adão Faraco e Dr. Airton Pacheco do Amaral (este tendo concluído o curso em 1968), e iniciando suas atividades.  Depois de  ligar ao Dr. Faraco, ele me relatou  sobre o trabalho de ambos e a Dra. Laura Maria Rodrigues de Freitas Faraco que, até anos 80, comungavam do trabalho de advocacia no mesmo Escritório. 
A pergunta que fica é o que aconteceu após o episódio da sucessão municipal  durante processo eleitoral dos  convencionais do PMDB  para escolher  candidato a prefeito entre  Adão Faraco e Erasmo Silva (este à época no PMDB)?
A história um dia com certeza nos premiará com a verdade das versões dos fatos ou não?

3058fd6b-7587-410a-a714-87a5f34bcd6c.jpg

Professores no
Governo Piola

   Existem uma série de fatos sem respostas e outras que nunca  quiseram calar  sobre nomeações de professores no Magistério Municipal no Governo Piola. Uma longa carta do saudoso Prefeito à época nos leva a muitas conclusões. Porque Piola dirigiu à José Rubens Pillar esta carta? Porque foram nomeadas senhoras esposas de coronéis à época e não as classificadas em posição de destaques? São tantas as perguntas e questionamentos daquele documento histórico  que, com certeza deve ser a chave do segredo, o  porquê, os candidatos  Airton Amaral e Felipe Escarrone da Silva (MDB), perderam  para José Rubens Pillar e Ernani Motta Antunes (Arena), no pleito de 1976. 
Estes fatos com certeza estarão presentes em uma publicação  que, em breve circulará sobre “Os Retalhos de Um louco Livre”. Tenho dito!

Dias atuais

   No debate ocorrido dia 01 de junho de 2021, promovido pelo Centro Empresarial de Alegrete, coordenado pela sua diretoria ficou claro o quanto é importante o trabalho integrado com os mesmos propósitos e sentimentos de todos dentro de uma visão coletiva. Uma caminhada iniciada em 2009, pode estar sendo executado em menor tempo imaginável. O cumprimento do verdadeiro papel que é retomada dos voos aéreos semanais. Uma  conquistas  que iniciou  quando Adão Dornelles  Faraco – secretario de Transportes do RS, promoveu a  mudança de local numa visão futurista e integracionista do Mercosul ( 1987).  No governo Nilo  Gonçalves/ Iolanda Cunha veio construção da Estação de Passageiros e relíquias da obras de arte de Paulo Hoauyek, além de melhorias (1993), e depois... Agora, em 2009, a luta voltou ser trabalhada.

Dias atuais 2

   Veio projetos, e algumas  melhorias. Mas, agora, com a decisão do atual Governo Municipal de abraçar a luta pela sua representatividade e importância, receberá recursos em torno de R$ 296 mil para obras fundamentais de recapagem de pista, pinturas e melhorias estruturais na Estação de Passageiros. E, leia-se a luta de Márcio Amaral/ Jesse Santos – que aceitaram os desafios da  Comissão pro- Aeroporto Gaudêncio Ramos conduzida pelo advogado Plínio Guerra e integrada por muitas entidades e atores. Esta  conquista tem muitos atores importantes e comprometidos com o efetivo desenvolvimento econômico, do conhecimento, do turismo e de novas e grandes  iniciativas  perspectivas  do  “Alegrete que queremos, nós podemos”. É uma luta que nasceu em 1989, com o “empurrão do desenvolvimento e   visão futurista”, liderada pela  diretoria da então  ACIAS, leia-se  Nilto Delgado/ Carlos Augusto Carús, Jorge Henrique Fontoura, Erno Kielling, Nilson Gomes, Gilson Vaucher (emprestou ônibus para  comitiva  na missão), mas, muito em especial a Fernando Dornelles Guerra que, com galhardia, esforços e lutas manteve tempo todo equipe protegendo nosso Aeroporto Gaudêncio Ramos! Querido Maurício Goldemberg, a Vossa  Confraria “Unidos por Alegrete”, vais  continuar teus ensinamentos e lições  como sempre nos deu norte e nos ensinou a fazer com possidônia, propósitos claros, sinceridade, honestidade e honradez à todos. Obrigado e com certeza  ganhará alguma “sala” em sua homenagem  junto a  Estação de Passageiros, e de nosso  grande  lutador Milton Araújo, que inventou de viajar com o Senhor “Mestre”.

linha.png