logolaranja.png
..::data e hora::.. 00:00:00

Flamengo vence, cola no inter que tropeça e também só depende de sí para ser campeão

por Lino Tavares

   

   O Internacional deu "uma de Grêmio" e empatou no Brasileirão depois de onze vitórias consecutivas. Não fez uma boa partida, foi dominado até certo ponto pelo Athletico Paranaense, que esteve mais perto da vitória do que o líder do Brasileirão. 

  Foi uma jornada difícil na Arena da Baixada em que a estrela de Abel Braga não brilhou. E não foi por falta de oportunidade, porque quase ao final da partida, já nos descontos, a bola tocou acidentalmente na mão de um jogador do Furacão na área do Athletico, mas dessa vez faltou aquele juiz bonzinho, como o do Gre-Nal, para dar aquela ajudinha básica, levando o Inter àquela que seria mais uma vitória alcançada pela lei do menor esforço.  

  O empate em si para o Inter foi um resultado normal, considerando que o rubro-negro de Curitiba melhorou bastante seu futebol nestes últimos jogos, tirando pontos preciosos de candidatos ao título como São Paulo, Atletico Mineiro e Flamengo, além do que atuou em casa.  

  No contexto da briga pelo título, contudo, esse resultado de 0 a 0 pode ser considerado um tropeço colorado na sua marcha rumo à conquista do quarto campeonato brasileiro, haja vista que reduziu de 4 para apenas 2 pontos a diferença que sustentava sobre o vice-líder Flamengo, que bateu o Vasco por 2 a´0 no chamado "Clássico dos milhões". 

   Mesmo com o rubro-negro carioca em seus calcanhares,  o Inter ainda faz juz à classificação de favorito ao título de 2020, pois faltam apenas quatro rodadas para o final do Brasleirão o que confere ao atual líder uma boa vantagem em relação ao vice-lider da competição.

   Essa diferença em pontos a favor do time do Beira-Rio seria mais consistente se, entre as quatro equipes que tem pela frente nesta reta final do Brasileirão, uma delas não fosse o Flamengo, seu mais próximo seguidor, que agora, tal como o Internacional, também só depende de si para ficar com o título brasileiro.

   Outro fator complicador para as pretensões coloradas de chegar ao título é que esse confronto diante do time treinado por Rogério Ceni tem como palco o Maracanã, que se não é a casa do Flamengo propriamente dita, representa o  estádio onde ele manda seus jogos, sentindo-se totalmente à vontade. 

   Com os outros dois integrantes do G-4, Atlético Mineiro e São Paulo, praticamente fora da disputado pelo título, todos os holofotes do Brasileirão etarão focados, nas quatro rodadas restantes, para o colorado gaúcho e o rubro-negro carioca, ambos com chance real de  levar para casa a taça de campeão brasileiro de 2020.

 Como falei, o Inter ainda é o favorito a essa conquista, mas agora se trata de um favoritismo mais matemático do que técnico, pois qualquer novo tropeço nessa etapa derradeira da disputa poderá lhe ser fatal, até porque tudo está a indicar que o Flamengo de Bruno Henrique e Gabigol reencontrou seu futebol qualificado e tem tudo para vencer seus dois compromissos seguintes, pegando o visitante do Pampa no Maracanã em condições de derrotá-lo e assumir a liderança do campeonato na penúltima rodada do Brasileirão. 

 

 

linha.png