logolaranja.png
..::data e hora::.. 00:00:00

Associação Coral Alegrete conclui atividades do ponto 
e cultura - projeto “Alegrete em Coro e Canto”

 
   Ao concluir as ações elencadas no projeto Ponto de Cultura ” Alegrete em Coro e Canto”, a Associ-ação Coral Alegrete faz um balanço do cronograma que foi desenvolvido e avalia positivamente a experiência vivida.
Inobstante as enormes limitações impostas pela pandemia, pode-se dizer que os objetivos propostos foram atingidos, ainda que várias vezes alterados para se adequarem ao momento que vivemos.
Foi preciso buscar novos caminhos para realizar as tarefas propostas: as oficinas de técnica vocal e leitura musical aconteceram via plataformas na internet, ficando cada participante em sua casa; a preparação das peças que foram produzidas para facebook e youtube, receberam o formato quadro-a-quadro; a participação do coral em Encontros/Festivais também se deu de forma virtual, a exemplo do Patagôniacanta” ( S.Martin de Los Andes -Argentina) e “R.C.A. - Coros en Casa” (Buenos Aires -Argentina), bem como o Encontro promovido pela Aliança Francesa de Santa Maria/RS. Também foi gravado o vídeo em homenagem ao aniversário de nossa cidade, em outubro e, em dezembro, o grupo participou da Cantata de Natal organizada pela Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição.
Como atividade final, foi promovida uma tarde de “Encontro com a Música”, destinada aos acolhi-dos da Moradia Transitória, onde as várias formas de expressão musical foram apresentadas aos participantes, levando-os a reconhecerem e se identificarem sentimentos e sensações particulares, em cada uma delas.
Pelos resultados obtidos, a proposta do grupo para este ano de 2021 é dar continuidade ao que foi iniciado, levando o projeto às escolas públicas, de modo a proporcionar aos educandos o contato com o canto coral e suas particularidades tão específicas, que priorizam a convivência harmônica coletiva.
Fica o agradecimento da Associação à Paróquia Central, que sempre disponibilizou o espaço para as gravações, à produtora cultural Eliane da Silveira, que atuou na coordenação do projeto, à direção e funcionário da Moradia Transitória, ao Exmº Juiz  Dr. Thiago Tristão Lima,  às empresas e comunidade, que possibilitaram a concretização deste projeto.
linha.png